(Reblogado de imensidao-do-mar)

Eu não gosto dos seus olhos rasos, sem expressão.

Eles me fitam e é como se algo fosse tirado de mim. Eu não sei o que é esse poder que você possui, mas me atormenta. A sua falta de profundidade só demonstra uma frieza enorme, eu te miro e me sinto em seu inverno particular. 

Eu não gosto desses seus olhos vazios, mas que parecem me conhecer tão bem.

A. N

(Fonte: sempreporperto)

(Reblogado de oxigenio-dapalavra)
(Reblogado de cearoca)
(Reblogado de cearoca)

(Fonte: dequatronoteatro)

(Reblogado de imensidao-do-mar)
(Reblogado de imensidao-do-mar)
(Reblogado de cearoca)

(Fonte: rosabbela)

(Reblogado de cearoca)

(Fonte: dequatronoteatro)

(Reblogado de cearoca)
(Reblogado de cearoca)